[Recomendações] Top 5: Romances sobre segundas chances

setembro 14, 2015
Quando pensei em quais livros eu poderia recomendar dessa vez, fui dar uma olhada nos meus livros favoritos dos últimos tempos e resolvi que dessa vez recomendaria os meus preferidos envolvendo romances com "segundas chances".

Quando digo "segundas chances", me refiro àqueles romances que o casal acaba se reencontrando depois de uma longa separação. Normalmente são romances bem emocionais e angustiantes. Com bastante mágoas e questões mal resolvidas entre os personagens. E embora esse não seja o meu estilo de romance preferido, eu gosto bastante. Mas infelizmente é um estilo bem batido e por diversas vezes encontrei livros que eram ou mal escritos ou meio "vazios". E como justamente é um estilo mais frequente, acredito que esses livros necessitam ter um "quê" a mais, caso contrário ele cai na vala comum e não se destaca dos outros. 

Porém, eu tive um problema pra fazer essa lista, porque quando fui dar uma olhada nos meus livros favoritos dentro desse quesito, só encontrei um deles que foi publicado no Brasil. Então, para quem não lê em inglês, talvez essa lista não seja de muita ajuda. =/ Mas ficam as dicas para a possibilidades de um dia quem sabe eles chegarem por aqui.

PS: Os livros não estão em ordem de preferência. Em quase todos os 5 tem o link da minha própria resenha.
--------------------------
Lido em 2015.
Começando pelo o único livro dessa lista já lançado no Brasil, "Meu Romeo' é uma leitura bem intensa sobre um jovem casal que embora o sentimento tenha sido forte, não foi o suficiente para mantê-los juntos. Pelo o contrário, a intensidade do amor assustou tanto o personagem masculino que por auto proteção ele preferiu se afastar. Esse livro conta o presente e o passado (de seis anos atrás). E agora no presente ele tem que tentar convencê-la de que ele é um novo homem.
Quote da minha resenha: "Como disse, é um livro bem emotivo, mas não excessivamente dramático. Eu sei que essas histórias já são batidas e que não tem muita originalidade. O interessante e o segredo desse livro eu acredito, estejam nos detalhes, na caracterização e desenvolvimento dos personagens."

Lido em 2012.
'The Opportunist' eu diria que ele não só configura dentre os meus top 5 sobre segundas chances, como é também provavelmente um dos meus top 5 dos mais de 400 livros em geral que eu já li. Sim, o livro é bom desse jeito! Lembram quando eu disse lá em cima que dentro desse gênero batido hoje em dia o livro para se destacar precisa de um "quê" a mais?! Pois é, esse livro tem exatamente isso. Você vai se sentir como se estivesse em uma montanha russa cheia de altos e baixos e o tempo inteiro com o coração angustiado.
Quote da minha resenha: "Nossa o livro pareceu tão real pra mim. É de partir o coração em trilhões de pedacinhos, é devastador e ainda assim extremamente viciante.  Ele é como um acidente de trem, você vê acontecendo, sabe que vai ser trágico, mas não consegue desviar os olhos." 

Lido em 2012.
Esse livro a primeira vista não aparenta ser nada demais, mas uma vez que você mergulha na história, você se dá conta do quão emocionalmente envolvente ele é. Quando eu o li foi uma surpresa realmente muito boa porque eu certamente não esperava encontrar nada do que eu acabei achando. 'Binding Arbitration' é muito bonito porque ele não é apenas sobre segundas chances, mas também sobre perdão, aceitação e redenção. A Libby e o Aidan um dia foram muito apaixonados um pelo o outro, mas escolhas erradas os distanciaram por muitos anos (ele a abandonou grávida para não atrapalhar a sua carreira de jogador de baseball). Hoje, no presente, ele já é um jogador famoso e ela uma respeitável advogada de Boston, mas a Libby se vê obrigada a procura-lo, porque o filho deles de 6 anos de idade está com câncer e ela tem a esperança de que ele possa salva-lo, caso tenham a medula óssea compatível. Esse é o tipo de livro que quebra o seu coração e depois o remenda infinitas vezes. Vale muito a pena! Recomendo uma caixa de lenços! ;) Para esse livro eu não escrevi resenha, sorry!

Lido em 2012.
'Butterfly Weeds' é um livro lindíssimo gente! Se eu tivesse que compara-lo com alguma outra história, seria com o 'Diário de Uma Paixão' do Nicholas Sparks. É claro que cada um tem a sua linha, mas eles são emocionalmente muito parecidos. É também um daqueles livros que você precisa de uma caixinha de lenços do lado porque é bem possível que você chore litros de lágrimas. Acho que o que o  diferenciou dos outros foi a forma com a qual ele foi escrito. A história é intensa e a autora soube conduzi-la perfeitamente. Bem como também usar as palavras certas para atingir o leitor de forma certeira. Esse romance segue um casal (Julia e Will) que quando jovens se separaram por causa da distância. No presente ela acaba de ficar noiva de um outro homem mas sente que tem algo de errado em seu coração e um dia quando escuta uma música dele (ele é um cantor country) e se dá conta de que a música é sobre ela - e que letra maravilhosa -, o seu mundo dá um giro completo e emoções enterradas vem a tona novamente. 
Quote da minha resenha: "Eu li esse livro há dois anos, e a história dele me marcou tanto que eu lembro com detalhes dele até hoje."


Lido em 2015.
Sim, eu sei que essa capa é horrorosa e não vende o livro como ele deveria ser vendido. Não sei onde que a autora estava com a cabeça. rsss Mas apesar disso, não se deixem levar por esse detalhe. Porque esse aqui é mais um daqueles casos que a história não corresponde a capa. Esse livro é realmente muito bom. Embora ele seja sobre segundas chances, ele não fica indo e voltando entre o passado e o presente. A autora começa a contar a história desse casal desde o começo, então de certa forma, parece que a gente fica mais investido no romance, porque nós vamos sentindo com eles passo a passo o surgimento e a destruição do relacionamento, para depois se reencontrarem novamente. Esse detalhe juntamente com personagens carismáticos e uma escrita fluida, fizeram de 'Room 212' um livro excelente. Li esse livro esse ano, então ele ainda está bem fresco na minha memória. E até esse momento, eu posso quase afirmar de que ele estará entre o meu top 10 de 2015.
Quote da minha resenha: "O livro é uma baita montanha russa. Por todo o tempo eu sentia como se estivesse sendo segurada por um fio. Naquela apreensão de saber que a qualquer hora tudo iria pro espaço. E o leitor tem esse conhecimento justamente por causa do prólogo que nos dá um pequeno glimpse do futuro dos personagens."

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.