[Resenha de Livro Adaptado] Filme: Simplesmente Acontece

março 18, 2015
Sinopse: Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são amigos inseparáveis desde a infância, enfrentando juntos os problemas do primeiro amor, primeira relação sexual, primeiras decepções... Até o dia em que Alex se muda com a família para os Estados Unidos. Como ficará o relacionamento dos dois?

Gente! Mas que graça de filme! Amei! Sai do cinema com um sorriso de orelha a orelha. Simplesmente Acontece (ou Love, Rosie) baseado no livro de Cecelia Ahern, é daquelas histórias super fofas que contém a medida certa de drama necessária para prender a atenção, mas que também não faz ninguém sair depressivo do cinema. Sim, tem alguns momentos bem intensos, mas também tem um final feliz. Aliás, acho que essa história não funcionaria, senão fosse o caso, ela foi feita pra ter final feliz. 

Imagino que esse filme tenha sido meio complicado de adaptar, porque ele conta a trajetória de vida de um casal de amigos ao longo dos anos. Conseguem imaginar o tanto de eventos importantes que aconteceram na vida deles durante todo esse tempo?! Compactar tudo isso em um livro não é tão difícil, mas em um filme e de uma forma que ele não se perca emocionalmente?! Complicado! Acho que a roteirista e o diretor estão de parabéns por terem conseguido manejar tudo isso de forma tão brilhante.

Bom, o filme começa quando eles são crianças e termina quando eles estão com os seus 30 e poucos. Rosie e Alex cresceram juntos e são amigos inesperáveis, mas sempre de amaram secretamente Porém, eles nunca se deram a oportunidade de estar um com o outro. No meio de desentendimentos, imprevistos e eu diria que até com uma boa dose orgulho ferido eles carregam essa amizade mal por anos sem jamais falar dos seus sentimentos.

Eles moram na Inglaterra e quando estão prestes a completar 18 anos, resolvem ir estudar em Boston. O que Rosie não imaginava, é que por acidente fosse ficar grávida, mudando assim todos os seus planos de ir estudar hotelaria e um dia voltar para abrir o seu próprio hotel. 

Dessa forma, sem contar que está grávida, ela manda o Alex pra Boston e fica na Inglaterra para cuidar da sua filha e ai nesse cenário começa um show de desencontros.

Gostei desse filme porque não achei que os dramas que impediam os dois de ficarem juntos fossem forçados. Eram coisas reais e verdadeiras que qualquer pessoa que estivesse na mesma situação também poderia fazer. Sabe aquela coisa de "eu gosto da pessoa mas a hora certa nunca está certa!? Quando eu posso é ele que não pode e quando ele pode, sou eu que não posso?!" Pois é, a história meio que segue nessa linha.

Enfim, o filme é fofíssimo e eu altamente recomendo pra todo mundo que curte um bom romance. É uma história bem gostosinha. E quanto ao livro, agora que assisti ao filme não pretendo ler. Mas pela a história que vi no cinema, imagino que o livro - como de costume - supere o filme.

2 comentários:

  1. Eu tô lendo o livro e estou simplesmente adorando :)...vi pelo trailer que tem algumas coisas diferentes, mas parece ser legal o filme também!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, imagino que eles tenham que ter mudado algumas coisas mesmo, pq a impressão que dá é de que a história é enorme e pra compactar isso, deve ter sido preciso alterar algumas coisas. Mas como uma história independente do livro, o filme é realmente ótimo. Vale a pena.
      Bjos!!!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.