Review: Royally Screwd (Royally #1) - Emma Chase

sexta-feira, outubro 28, 2016
Editora: Independente
Língua: Inglês
Páginas: 275
Gênero: Romance, Contemporâneo,  Adulto.
Lançamento: Outubro de 2016
E-book - Amazon BR
Nicholas Arthur Frederick Edward Pembrook, coroado príncipe de Wessco, também conhecido por "Sua Alteza Sexy", é perversamente encantador, devastadoramente bonito e descaradamente arrogante; difícil não ser quando as pessoas estão constantemente se curvando para você. 
Então, em uma noite de neve em Manhattan, o Príncipe conhece uma linda mulher de cabelos escuros que não se curva para ele. Em vez disso, ela joga uma torta em sua cara. Nicholas quer descobrir se ela é tão saborosa quanto a sua torta e esse herdeiro aparentemente é acostumado a conseguir o que quer.  Namorar um príncipe não é o que a garçonete Olivia Hammond jamais imaginou que seria. Há uma rainha desaprovadora, um herdeirdo de reserva descontroladamente inapropriado, paparazzi's implacáveis e um brutal escrutínio público. Mesmo tendo trocado carruagens por Rolls Royces e não terem cortado a cabeça de ninguém ultimamente, a realeza esta bem longe de aceitar essa plebeia. Mas para Olivia, Nicholas vale a pena. Nicholas cresceu com mundo inteiro lhe assistindo e agora o tik tak para um Casamento está em pleno vigor. No final, Nicholas terá que decidir quem ele é e o mais importante, quem ele quer ser: um Rei ou o homem que poderá amar Olivia para sempre.
Mais um grande livro da autora Emma Chase e devo confessar que um dos meus guilty pleasures da vida são essas histórias da realeza contemporâneas. rsrs Como a própria Emma disse, a vida peculiar dessas pessoas acabam sempre interessando a maior parte das pessoas. E foi com essa inspiração que ela resolveu escrever Royally Screwd. 

Aliás, é perceptível que ela usou a realeza (Reino Unido) mais famosa do mundo para escrever essa série. As semelhanças estão em cada ponto desse livro. Royally Screwd é focado no Nicholas, Príncipe de Wessco e o próximo na linha de sucessão, já que os pais morreram em um acidente quando ele era adolescente. Ele é solteiro, lindo, jovem e carrega o mundo nas costas, já que muito se espera dele. O Nicholas não somente irá um dia se tornar Rei, mas também desde pequeno vê a sua vida ser meticulosamente analisada pelo o resto do mundo. Sempre tendo que tomar cuidado com o que faz, fala e se comporta.

Com as aparências da família relativamente manchadas pelo o comportamento rebelde do seu irmão mais novo, Henry, a Rainha resolve que a melhor forma de atrair atenção das pessoas para algo positivo, é o tão esperado casamento do Príncipe Nicholas. E já que ele não tem namorada, ele terá que arrumar uma candidata que se encaixe dentro das leis e regras nos próximos quatro meses.  No entanto, por a hora a Rainha o manda para Nova York afim de trazer o irmão de volta, bem como também cumprir alguns compromissos Reais. 

Agora, imagina você uma linda jovem de 20 e poucos anos com o peso de ter que tocar o negócio da única coisa que traz o sustento de sua família e o mesmo estar indo ladeira a baixo... Olivia praticamente dedica todas as horas da sua vida ao Café da família. Ela não tem muito tempo pra si e quem dirá para acompanhar fofocas. Dessa forma, quando o Príncipe Nicholas entra em seu café com um amigo quando ela já está prestes a fecha-lo, ela não tem idéia de quem ele seja. Ele está bêbado, mas ainda assim consegue conquistar a Olivia com o seu jeito sexy e atrevido de ser, mas já com problemas suficientes, ela não tem tempo para divertimentos, assim, ela dispensa as suas investidas. 

A primeira vista, ele se encanta não só pela a beleza mas também pelo o seu jeito audacioso e assim, ele se mantém persistente em conquista-la. Esses dois juntos trazem a tona aquela fantasia do Príncipe lindo e mais desejado do mundo se apaixonando por uma pobre plebeia que não tem muito a oferecer além do seu bom coração. E é justamente por essa razão que os dois não podem ficar juntos. Ele até pode casar-se por amor, contanto que a felizarda seja também realeza ou do mesmo país, o que não é o caso da Olivia. 

Eles embarcam em uma série de eventos que os tornam ainda mais próximos e apaixonados. O Nicholas mostrando a Olivia as realidades boas e ruins do seu mundo e a Olivia lhe proporcionando liberdade e tudo aquilo que ele não imaginava que desejasse.

É interessante que apesar da história ser claramente baseada na realeza britânica, o Nicholas não tem muito a ver nem com o William e nem com o Harry. Se eu tivesse que fazer algum paralelo, diria que ele é na melhor da hipóteses uma boa mistura dos dois. Ele carrega a seriedade e responsabilidade de saber que um dia será Rei como o William e ao mesmo tempo tem aquela jovialidade e empenho sobre as causas nobres como o Harry. Já a Olivia é uma personagem carismática, forte e independente. Não tem muito o que não gostar sobre ela. 

Os personagens secundários também são muito bons. Adorei os irmãos, tanto a Ellie - irmã da Olivia - quanto o Príncipe Henry. Aliás, o próximo livro da série será focado nele. Essa foto ao lado é a capa do livro.

Enfim, a história pode até parecer cliché, pelo o fato de parecer um conto de fadas moderno, mas pra quem curte, esse livro aqui é um prato cheio. Tive algumas ressalvas em relação ao romance, mas nada realmente relevante. Gostaria também que a história tivesse tido um pouco mais de drama, especialmente no final. A questão aqui é que a autora criou um bom cenário, ótimos personagens, mas acho que poderia ter aproveitado mais a história e ter feito dela um pouco menos "sessão da tarde".  

De qualquer forma, foi um bom livro. Com certeza indico. Se você é do tipo que curte o estilo, então esse livro aqui é pra você. 


Tecnologia do Blogger.