[Recomendações] Top 3: Autoras Favoritas

terça-feira, agosto 11, 2015
Pessoal, resolvi fazer um top 3 das minhas autoras de romance preferidas e caramba! Confesso que fazer isso foi mais difícil do que imaginava. Deu uma leve doída ter que deixar de fora autoras como a J.R. Ward, K.A. Linde ou até mesmo a própria Kristen Ashey, mas sendo um top 3, simplesmente tive que escolher. 

Resolvi deixar nessa lista só autoras que eu meio que já tirei a "prova dos 30", no sentido de que já me provou que não deu sorte apenas com um único livro. Me refiro ao fato de já ter lido pelo menos mais de 3 livros de cada uma e ter podido perceber que elas são realmente boas, que elas conseguem sustentar com qualidade outras histórias. 


São autoras que hoje eu tenho confiança de que qualquer coisa que escreva vai ser bom, pelo menos para o meu gosto. Os livros delas para mim já são praticamente 100% garantidos. Leio a sinopse antes de comprar só por curiosidade mesmo, porque já é certo que eventualmente eu irei obter. Vamos conhece-las?

Colleen Hoover
A CoHo grande parte da galera já conhece porque ela tem os trabalhos dela publicados no Brasil pela a editora Galera Record. São pelo menos uns 7 livros dela lançados por aqui. Eu já li quase todos que ela publicou com exceção de uns dois ou três. Quando conheci a Colleen a alguns anos atrás, através da série Métrica, eu fiquei extasiada com a sensibilidade da sua escrita. Fico tão investida nas histórias, que o tempo passa e eu nem me dou conta. É uma história melhor do que a outra, uma mais diferente do que a outra e quando eu penso que ela não vai mais ter originalidade para um outro grande livro, ela me surpreende. Ela utiliza-se muitas vezes de elementos tão significativos que acabam se tornando o terceiro personagem principal do livro. Por exemplo, em Métrica ela utilizou-se de poesias, em Maybe Someday foram letras de música, em Confess foi pintura de quadros e cada uma dessas coisas tem um grande importância na história contada. Eu nem sei qual foi o meu livro preferido, muito embora tenha um carinho especial por Maybe Someday e Um Caso Perdido. Aqui no blog eu tenho resenhas de alguns deles, caso queiram conferir: Maybe Someday, O Lado Feio do Amor, Confess e Never Never parte 1.

Tarryn Fisher
Talvez muita gente não a conheça, porque infelizmente - e sabe Deus porque - ela inda não tem nenhum livro publicado no Brasil. A editora Farol Literário comprou os direitos autorais da série de estréia dela chamada 'Love me with Lies' e estava previsto para publicarem no primeiro semestre de 2015 mas até agora nada. A Tarryn se destaca por ter uma pegada mais 'sombria'. Ela cria enredos extremamente originais e intricados e algumas vezes se tornam meio psicológicos. Inicialmente nada é o que parece ser. Os livros ainda são caracterizados como romance, mas eles são muito mais do que isso. A Tarryn tem personagens complexos, eles são mocinhos e vilões ao mesmo tempo e isso fica bem caracterizado em sua série 'Love me with Lies'. Acho que ela provavelmente é a minha escritora preferida, tenho profunda admiração pela a mente complexa dela. Toda a vez que eu termino um livro dela, ou eu fico meio chocada ou fico completamente consumida emocionalmente. Ela está escrevendo a série Never Never em parceria com a Colleen Hoover e essa série tem se mostrado realmente boa. O livro que eu mais indico é o Mud Vein e o 'The Opportunist' que é o primeiro volume da série 'Love me with Lies'.

Karina Halle
A Karina Halle é provavelmente a escritora mais versátil das três. Todos os livros dela envolvem romance, mas nem todos tem ele como único foco. A série Experimento em Terror por exemplo, que me conquistou para sempre, tem um pouco de tudo, inclusive suspense. Ela também tem outras séries mais sombrias, bem como romances mais convencionais. A Karina se destacou para mim por também não ter personagens padronizados. Eles são normalmente pessoas com um apelo bem real. Ela não cria só mocinhos perfeitos, muito pelo o contrário, ela costuma nos desafiar colocando características bem peculiares. Eles vão te encantar, mas também poderão lhe decepcionar profundamente e depois voltar a lhe encantar novamente. Ela não tem medo de jogar com os personagens dela, acho até mesmo que ela também gosta de se auto desafiar. Como eu disse, ela é a mais versátil delas três e meio que tem livros para todos os gostos. Os livros que eu mais indico são a série 'Experimento em Terror', que teve 'Darkhouse', o primeiro volume da série publicado no Brasil pela a editora Única, e os livros standalone's 'Love, in English' e 'The Pact' que são romances um pouco mais convencionais. Aqui no blog tenho as resenhas dos dois primeiros livros da série Experimento em Terror: Darkhouse e Red Fox e os standalone's citados acima, mas eu já li alguns outros, não todos porque a mulher é uma máquina de escrever e eu ainda não consegui alcança-la. rs
Tecnologia do Blogger.