Review: A Husband's Regret - Natasha Anders

Série: The Unwanted #2
Editora: Montlake Romance
Páginas: 311
Gênero: Adulto, Romance, Contemporâneo.
Lançamento: Abril de 2014.
Alta e magra, Bronwyn Palmer de vinte e oito anos, acabou ficando esquelética, um fantasma de seu antigo eu. Esse eu antigo era - e ainda é - a esposa de um rico e lindo executivo,com uma casa com vista para o mar e a sua própria equipe de segurança. Foi nessa casa, há dois anos atrás, que Bryce Palmer descobriu que Bronwyn estava grávida do primeiro filho deles. Mas a raiva de Bryce com a notícia de sua iminente paternidade, desencadeou uma reação em cadeia de traumas tanto físicos quanto emocionais que no fim, deixou ambos feridos. Para Bronwyn, significava fugir do casamento perfeito para recomeçar com nada mais além de uma precoce filha chamada Kayla para cuidar. Para Bryce, significou passar dois tortuosos anos culpando a sua esposa por abandoná-lo, e viver com a dor de não conhecer a sua filha. Agora, um encontro casual levou Bronwyn de volta para a vida de Bryce, ambos com cicatrizes ... e nenhum deles sem saber toda a verdade sobre o que aconteceu naquela fatídica que os separou.

Eu decidi ler esse livro logo após terminar 'The Unwanted Wife' que também pertence a essa mesma autora e como eles fazem parte de uma série, embora possam ser lidos independente, eu sabia que ele iria "curar" a minha ansiedade por uma outra história com daquele mesmo estilo. E sem dúvidas eu encontrei nele exatamente o que estava procurando.

Portanto, se você leu 'The Unwanted Wife' e quer ler uma história com a mesma pegada, basta ler "A Husband's Regret'. Eu adorei esse livro e embora ele não tenha me tocado tanto quanto o outro, ele chegou muito perto. Fazendo uma comparação, acho que ali é mesmo uma questão do tipo de história que você mais se identifica, porque o nível de intensidade é o mesmo. Os dois são uma montanha russa sem freio.

Nesse livro, a gente também se depara com um jovem casal em crise. Eles estão casados a dois anos e nas primeiras linhas do livro a Bronwyn revela ao Bryce que ela está grávida. O problema é que ele não gosta nada da notícia, fica consternado e manda ela embora. Arrasada ela vai e depois disso ela se vê tendo que lidar com um coração partido e a com a necessidade de batalhar para criar a sua filha sozinha. Dois anos depois, ela o Bryce se reencontram em circunstâncias nada boas e ela fica chocada ao constatar a frieza, animosidade e ódio direcionados a ela. A Browyn fica sem entender nada, afinal de contas, foi ele que a expulsou grávida de casa, além de também a ter deixado passar o maior perrengue por dois anos. Mas o fato é que agora o Bryce só quer saber de duas coisas: da filha e de vingança.
"Eu não acredito que você fez isso. Eu não posso acreditar que você tenha se  rebaixado a isso," ele falou amargamente. "Essa deveria ser uma decisão em comum acordo. Eu não estou pronto para isso, Bronwyn. Eu não quero um filho, droga!"
Bom, da mesma forma que a autora conduziu 'The Unwanted Wife', ela também conduziu  "A Husband's Regret'. Já nas primeiras páginas a autora apresenta ao leitor com uma bomba, deixando o leitor indignado pela a heroína e sem entender muita coisa. Ao longo da leitura ela vai introduzindo alguns fatos que nos possibilita preencher o quebra cabeça e aos poucos "perdoar" o cara e a torcer pelo o casal.

Embora, o livro seja em terceira pessoa, a gente o acompanha basicamente 80% pelo o ponto de vista dela, principalmente o começo. A autora garante que o leitor sinta toda a indignação e dor com a heroína. Uma vez ou outra ela insere o ponto de vista dele, mas nada que tire a atenção dos sentimentos da heroína, pois é bom que o leitor conheça os fatos tanto quanto a heroína, a fim da leitura ser mais envolvente.

Bom, eu acho que se você está no clima de ler um livro que inicialmente faz você odiar o cara por todas as coisas horríveis que ele fala e faz e depois precisa se redimir e rastejar no chão pra conseguir o perdão da mulher, então esse livro é pra você. Porque o estrago que ele faz é tão grande, que ela querer voltar com ele é quase impossível, mas quando ele se dá conta do erro que cometeu... De novo, o jogo vira. E na realidade para ela nem uma questão de querer que ele se rasteje, é só que depois de tudo, não tem muito mais o que salvar. 

Eu já vi essa mesma fórmula em outros livros, mas eu não sei se é porque a autora não tem medo de acabar com os personagens dela de tal forma que para redimi-los é uma coisa que parece quase impossível- coisa que ela sabe fazer muito bem - ou se é porque ela tornou a história mais densa do que a maioria. Porém, pra mim, esse livro e o 'The Unwanted Wife' resume com perfeição toda essa questão de 'segundas chances', redenção, perdão e principalmente correr atrás do prejuízo e do que te faz feliz. Recomendadissímo!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.