Review: Unravel: a novel - Calia Read

sexta-feira, julho 25, 2014
Título Original: Unravel: a novel
Editora: Auto publicado
Lançamento: Fevereiro de 2014
Páginas: 362
Gênero: Thriller, Romance, Psicológico, Adulto.
Onde Comprar: E-book Kindle-> Amazon
Sinopse: (auto traduzida por mim)
Calia Read quebra a forma nesse explosivo romance que te prende e não te solta até que a chocante verdade é revelada. Seis meses atrás, eu estava feliz. Eu era simplesmente Naomi Carradine. Um mês atrás, eu fui admitida em um hospital psiquiátrico.Ontem, Lachlan me visitou. Me beijou e me disse que eu estou enlouquecendo. Horas depois, Max assombrou os meus pensamentos, me lembrando de que eu não sou louca e de que ele precisa da minha ajuda. Alguns minutos atrás, eu mergulhei pra mais longe da realidade tentando desvendar o passado. E agora todos pensam que eu sou louca. Mas eu sei que ele é real, e eu sei que ele precisa de mim. Você acredita em mim?
Existe uma outra sinópse lançada pela a autora. Só que pessoalmente eu acho que ela revela demais, por isso optei por essa outra. De qualquer forma, traduzi ela também pra quem tiver interesse. Porém, eu não aconselho a ler. 

Resenha: Whoa! Olha, eu posso sem sombra de dúvidas dizer que esse foi um dos melhores livros que eu já li esse ano. Ele foi como uma lufada de ar fresco.  Ultimamente têm surgido tão poucos livros interessantes e com tramas diferentes. Vivo procurando por eles, mas é difícil encontrar... Ultimamente só tem surgido mais do mesmo. E quando eu encontro e sinto aquele velho excitamento que a leitura traz, me faz lembrar o porquê de se gostar tanto de livros. E eu não tenho me sentido assim já a um bom tempo... Infelizmente, é tudo mais do mesmo. É ótimo não conseguir prever o que vai acontecer na página seguinte e ter que me questionar a cada minuto o que está acontecendo e aonde que a autora está querendo me levar.

Acho que eu fiquei presa ao livro desde a primeira página e foram tantas emoções diferentes ao longo da leitura. Esse livro é meio angustiante. No meu caso, em algumas cenas bem específicas eu senti inclusive um pouco de medo. Na realidade, existe todo um mistério por trás de tudo e o leitor fica meio perdido sem saber o que exatamente está acontecendo. Ele é contado em primeira pessoa, ou seja, a gente fica extremamente restrito aos fatos. Só vemos o que ela vê e só sentimos o que ela sente... E é ai que tá a chave da coisa. Porque esse livro é sobre uma garota que um belo dia se vê em um hospital psquiátrico e não tem a menor ideia do porque está lá. No decorrer do livro, a gente vai tentando entender junto com a garota tudo o que aconteceu pra leva-la a essa situação. E no fim das contas, a gente acaba até se questionando se as coisas que ela diz são sequer verdade ou se ela é até mesmo sã.
“Escute atentamente. Preste atenção em cada palavra. Mas acima de tudo, por favor acredite em mim.”
Eu terminei esse livro um dia desses, mas fiquei um bom tempo depois processando o que li desde a primeira página. Na realidade, é até meio difícil escrever uma resenha legal sobre ele porque acabo correndo o risco de mesmo sem querer liberar spoilers importantes. E nessa história o quanto menos você souber melhor. É até melhor nem procurar saber muito sobre o que se trata. Você vai acabar esbarrando em alguma coisa que pode te levar a qualquer indício sobre o mistério por trás dessa história e ai vai estragar tudo.
Pra falar a verdade, eu já havia conseguido identificar parte do que estava acontecendo ainda no meio do livro. Não sei se era ou não a intenção da autora de fazer com que nós descobríssemos o X da questão antes do final. Porém, na metade do livro já existiam elementos suficientes pra você montar parte do quadro. O interessante é que o impacto do final não é alterado só porque você já sabe da verdade. De alguma forma, ainda assim é chocante. A escrita foi tão boa que no fim quando você junta todas as peças, tudo faz sentido. E eu acho que é isso que é o mais bacana quando se trata de um thriller. O enredo desde o principio, passando pelo o grande climax até o fim, foi  muito bem muito escrito.
"Eu posso sonhar. Eu posso imaginar e ter esperanças, mas isso não vai mudar nada. E a coisa mais assustadora é que eu sei, eu sei que há mais nessa história. Existe um outro trem vindo exatamente na minha direção, a toda velocidade. No entanto, eu não consigo vê-lo. Só consigo ouvir o chão tremer levemente. Os trilhos chacoalhando por debaixo dos meus pés. Posso ouvir o barulho de um apito estridente. Mas eu não consigo me mexer. Só posso esperar pra que quando ele me acerte, que eu morra em segundos."
Então, tirando o que eu já disse anteriormente, só irei acrescentar que esse é um drama psicológico com alguns jogos mentais. Existe um romance, embora ele não seja o ponto principal da história. No fim, tudo gira em torno dessa jovem mulher tentando entender a razão de ela estar  nesse hospício. 
"Eu sei que estou perdendo um pedaço de mim mesma. Mas eu não sei aonde que ele está." 
 Eu super recomendo esse livro.
Tecnologia do Blogger.