Review: The Dark Prince (Trilogia The Dark Light #2) - S.L. Jennings

segunda-feira, julho 28, 2014
Título Original: The Dark Prince
Série: Dark Light
Editora: Auto publicado
Lançamento: Março de 2013
Páginas: 445
Gênero: Paranormal, Fantasia, Romance, Adulto.
E-book Kindle: Amazon

Dorian Skotos é das trevas. E apesar daquela marca pura de um mal implacável ser uma ameaça direta a sua vida, Gabriela está tragicamente apaixonada por ele. Gabriela sabia que tudo estava bom demais pra ser verdade. O jeito que o seu toque radiava eletricidade direto para o seu núcleo, o jeito que os seus olhos azul-gelo de alguma forma fazia calcinhas caírem involuntariamente, o jeito que o seu meio sorriso fez desmoronar as barreiras ao redor do seu coração... Dorian era extraordinário em todos os sentidos. Ela ignorou os alarmes por todo o prazer e por uma pequena fatia de paz em sua vida já tão confusa. Ela pensou que o que quer que ele fosse, que poderia ajuda-lo. Talvez até mesmo muda-lo. Mas agora a prova da verdadeira identidade do Dorian e a razão pelo qual ele foi enviado estão lhe encarando diretamente, Gabriela não pode negar o inevitável. E confrontar a verdade poderia muito bem dilacerar mais do que o seu frágil coração.
OBS: Esta série, até o momento, não tem previsão de lançamento para nenhuma editora brasileira. Já nos Estados Unidos, a autora pretende auto publicar o 3º e último livro para no final de 2014.
Resenha: Vocês leram ou lembram do livro Dark Light da S.L. Jennings? Não? Bom aqui está a minha review ->Dark Light 

Então, quem leu o que eu escrevi, percebeu que eu não curti muito esse primeiro livro. Acontece que ele faz parte de uma trilogia, e o segundo também já foi lançado nos Estados Unidos. E logo que eu acabei Dark Light, apesar de não ter gostado muito, resolvi dar uma chance para esse segundo, que se chama ->The Dark Prince.  E gente, que surpresa agradável!. Não tem nem comparação com o primeiro. Quando eu li infinitas resenhas dizendo o quanto ele é maravilhoso, eu honestamente não acreditei muito. Pelo menos não baseado no que eu li em Dark Light. Honestamente não achava que ele fazia jus a todo o burburinho que rola em cima dessa trilogia lá pelo os Estados Unidos. Mas eis que agora eu li o segundo e posso dizer que entendo perfeitamente o porque de gostarem tanto. Esse livro dá uma volta de 360 graús na história. 

Eu não fui capaz de parar de ler por um segundo e quando precisei por alguma necessidade, foi tipo tortura. Depois que li, percebi que a autora de fato tinha tido a intenção de fazer dos personagens pessoas imaturas e instáveis, pois assim haveria um desenvolvimento gradual deles no decorrer da trilogia. Especialmente em relação a Gabriela... A evolução desse personagem em The Dark Prince é impressionante! E acredito que tenha sido esse o objetivo especifico da S.L. Jennings com The Dark Prince.

No primeiro, a gente conhece uma Gabriela insegura. Uma personagem que não sabia praticamente nada sobre si mesma e que encontrou em um cara, digamos assim uma razão pra viver. Ela se apaixonou tão perdidamente que ela se tornou uma pessoa completamente cega e apática. Se anulou tão completamente, que o que importava era apenas o que ele queria. Todo o seu mundo girava ao redor dele. Era perceptível que ela criou uma fantasia na cabeça e ignorou toda a realidade que estava exposta bem a sua frente. E eu achei isso tudo extremamente irritante. Uma personagem que se mostrou completamente sem personalidade não me cativou nem um pouco. 

No segundo livro, a gente conhece uma Gabriela que apesar de todo o amor que sente pelo o Dorian, não consegue passar por cima de determinadas coisas, inclusive dela mesma. Ela começa a perceber que o mundo dela não pode girar exclusivamente em torno dele, porque se um dia ela o perder, nada restaria dela. Ela começa a refletir sobre algumas coisas, e decide mudar alguns aspectos sobre si mesma. Gostei muito de ver esse crescimento dela. Até o fim do livro eu estava bem satisfeita com a pessoa que ela se tornou.

Quanto ao Dorian, ele também se mostrou uma surpresa muito boa. No primeiro livro, inicialmente, eu achei que fosse adora-lo, pois todos os elementos de um bom personagem estavam lá. Todo aquele ar misterioso e sexy faziam parte da promessa do personagem. Porém, no decorrer da leitura, percebi que ele era de fato todas aquelas coisas, mas também uma pessoa um tanto contraditória. E ai tudo ficou confuso e eu perdi a linha do personagem. No entanto, em The Dark Prince aquela perspectiva ruim dele mudou, e eu passei a vê-lo como o cara que ele realmente é. A gente passa a conhece-lo melhor. E de um personagem frio e contraditório ele se tornou um personagem cativante e "atormentado". 

De vez em quando, pela a intensidade que as coisas iam, ele até falava umas coisas "exageradas"... Praticamente um primo perdido do Edward Cullen. HAHAHAHAHA Mas ao mesmo tempo, as vezes ele também quebrava as minhas pernas com algumas outras coisas bem legais. Realmente, foi muito interessante ver as transformações do que o “amor” fez com ele. Obviamente, que algumas vezes ele fazia algo que me dava vontade de dar uns tapinhas, porque afinal de contas, ele melhorou mas também não se tornou outra pessoa. HAHAHAHA

O Dorian e a Gabriela passaram por poucas e boas nesse livro. Algumas coisas foram puro sofrimento. Mas acho que na maior parte das vezes as reações e consequências foram às certas. Como disse anteriormente, tudo fez parte do desenvolvimento dos personagens.

Em relação à parte paranormal, ainda não teve muita coisa. Um pouco mais do que o primeiro, com certeza. Porém, as coisas que aconteceram foram o suficiente pra cobrir esse aspecto paranormal, o que não aconteceu com o primeiro. Mas depois desse segundo livro, eu pude confirmar que o ponto principal da história é mesmo o romance e crescimento dos personagens. O aspecto paranormal é mais um "tempero" para o enriquecimento da história.

E a parte sexual desse livro é outro coisa. Total! Agora que o Dorian não precisa mais esconder quem ele é e pode usar os “truquezinhos”, o negócio vai pra outro nível. Dorian é praticamente um Chistian Grey. Só que ao invés de usar brinquedinhos, ele usa os truques supernaturais dele. ;) 

E o final? Uau! Sério, eu realmente não queria ter que esperar tanto por esse terceiro livro. a Por enquanto é uma trilogia independente, a autora só irá publica-lo Acho que vai prometer!

Acho que daria 4 estrelas para os primeiros 30% do livro e 5 estrelas para o resto. Realmente, ficou foda.

Ordem da Trilogia
1.0 - Dark light
2.0 The Dark Prince
2.5 - Nikolai: novella
3.0 - Light Shadows
Tecnologia do Blogger.